Pedaços de Alcongosta

Instantâneos da Terra da Cereja

22 abril 2008

Só um ecoponto

Hoje, que se assinala o Dia da Terra, data instituída para lembrar as consequências da poluição e a necessidade de reciclar, lembrei-me de postar sobre uma dúvida: porquê só um ecoponto em Alcongosta?
Honra seja feita, ao contrário de outros locais, há anos que a nossa freguesia tem depósitos para a reciclagem. Felizmente. E, a notar pelas vezes em que já tive dificuldade em introduzir o que levo, concluo que há quem tenha a consciência cívica de, por hábito, fazer a separação do lixo.
Mas, que tenha reparado, só há um ecoponto em Alcongosta. O que é manifestamente pouco. Onde está localizado pode perfeitamente servir os casais da Ponte, da Ribeira e de Santa Bárbara. Então e quem mora no cimo do povo, no Casal de São Gens ou no centro, onde reside grande fatia da população?
Ou as pessoas têm carro e acumulam até poderem levar a reciclagem, ou têm de cumprir um longo caminho. Claro que há a solução mais fácil e menos trabalhosa, depositar todo o lixo no contentor comum. E se tivermos em conta a quantidade de idosos, ou de quem já tem tanta preocupação com outras coisas, é sensato pedir este esforço?
Não sei a quem compete a instalação destas estruturas, mas a Junta de Freguesia podia reflectir sobre o assunto e procurar facilitar a vida aos residentes.

1 comentários:

Pedro disse...

Primeiro, deixa me dar-te os parabéns pelo blogue! Está muito bem conseguido, com variada informação cultural e alguns pontos de vista interessantes! Agora deixa-me tb dizer-te que se pensas que só em Alcongosta existem problemas com ecopontos estás bem enganado!! eu moro numa cidade maior e olha que, apesar de esta ser uma cidade com uma elevada percentagem de pessoal estudante universitário com elevada propensão para as problemáticas do ambiente,aqui não só existem poucos ecopontos como os poucos que existem ainda são removidos! olha por exemplo na minha rua existia um vidrão que foi removido para fazerem obras e.....puff, nunca mais ninguém o viu! nem aquele nem mais nenhum!
Bom chega de lamurias!
Continuação de bom Blogue!

Enviar um comentário